DIRECÇÃO

  • Presidente: Ana Freitas (ICBAS)
  • Vice-Presidente: Isabella Sposito (FMV-ULHT)
  • Tesoureiro: Eduarda Leitão (ICBAS)
  • Departamento de Comunicação e Imagem: Beatriz Neves (EUVG) e Patrícia Xavier (FMV-UL)
  • Departamento de Educação Médico-Veterinária: Alexandra Neves (EUVG) e Beatriz Nunes (EUVG)
  • Departamento de Cooperação Internacional e Estágios: Carolina Pereira (EUVG) e Cláudia Bento (EUVG)
  • Departamento de Bem-estar Animal e Saúde Pública: Daniela Branco (UE)
  • Departamento de Cultural e Recreativo: Guilherme Godinho (FMV-UL) e Diana Faim (UTAD)
  • Departamento de Representação Externa: Virgínia Gonçalves (UTAD)
A FAMV integra 6 membros, pertencentes ao curso de Medicina Veterinária das faculdades/Universidades representadas pelas AAEE associados. Embora o trabalho esteja dividido por diversas áreas, com o intuito de alcançar de forma profícua os objetivos a que nos propomos, a direção funcionará como uma equipa única que se interrelaciona de forma estreita, garantindo, deste modo, o cumprimento de todos os nossos projetos e o acompanhamento e resposta adequada a todos os estudantes do curso.

Com o intuito de gerir e orientar de modo transversal todos os trabalhos desenvolvidos no âmbito da dFAMV, surge o Núcleo de Gestão constituído por:

  • Presidente, que conduz todos os trabalhos da Direção e se focará na representação externa da FAMV;
  • Tesoureiro, responsável pela contabilidade, finanças e aquisição e manutenção dos patrocínios anuais;
  • Vice-Presidente, que coadjuva o presidente principalmente na representação externa internacional e assegurará o correto funcionamento e dinâmica integrada de todas as actividades, será também a responsável pela organização do Encontro Formativo – VetForm.

A Coordenadora de Informação e Imagem terá como função a gestão das ferramentas de comunicação e divulgação da FAMV e assegurar a dinamização dos meios de divulgação da FAMV.

As atividades departamentais serão ainda orientadas pelos Coordenadores Nacionais dos seguintes departamentos:

  • Educação Médico-Veterinária
  • Ciência, Investigação e Intercâmbios
  • Bem-estar Animal e Saúde Pública
  • Cultural & Recreativo

Todos os departamentos supramencionados integram um Coordenador Local de cada AAEE Associado, nomeado pela AAEE membro. Este elemento funciona essencialmente como facilitador na comunicação e organização de eventos locais.

A Direção é, para todos os efeitos legais, o órgão executivo e de administração da FAMV. Compete à Direção, sem prejuízo de outras competências que lhe venham a ser atribuídas:

  1. Debater todos os assuntos julgados relevantes para a FAMV;
  2. Orientar a sua atuação com vista à prossecução dos objetivos da FAMV;
  3. Coordenar todo o programa de ações e atividades da federação;
  4. Cumprir o plano de atividades aprovado e executar todas as deliberações tomadas em Assembleia Geral;
  5. Representar ou fazer representar a federação e os seus membros;
  6. Manter contacto permanente com organizações nacionais e internacionais de interesse para a FAMV;
  7. Elaborar e apresentar relatórios de participação em fóruns ou atividades nacionais ou internacionais de relevante interesse para a prossecução dos objetivos da FAMV;
  8. Administrar o património da federação;
  9. Garantir a viabilidade económico-financeira da federação, sendo a responsável por toda a gestão financeira da FAMV;
  10. Fazer os pedidos de subsídios às entidades competentes;
  11. Disponibilizar os meios necessários ao funcionamento dos restantes órgãos dirigentes e estruturas formais da FAMV;
  12. Prestar todos os esclarecimentos aos membros acerca da sua atividade sempre que isso lhe seja solicitado;
  13. Elaborar e apresentar à Assembleia Geral o seu regimento ou regulamento interno;
  14. Elaborar e apresentar à Assembleia Geral o plano de atividades e o orçamento;
  15. Elaborar e apresentar à Assembleia Geral o relatório de atividades e de contas do mandato em reunião expressamente convocada para o efeito;
  16. Elaborar relatórios intercalares de atividades e contas a pedido de qualquer outro órgão dirigente da FAMV;
  17. Elaborar o Regulamento de Quotas da FAMV e submetê-lo à Assembleia Geral para ratificação.